Bem vindos á confraria, como o nome indica há que retalhar em quem ou no que vos vier ás vossas brilhantes mentes, para além de tudo isso que já não é pouco, este espaço será dedicado a todas as minhas paixões enquanto ser humano umas vezes mais humano que outras, fotografia, poesia, economia, música, desporto, política, bem quase tudo mesmo, umas mais paixões que outras.... Por isso postai meus amigos postai....

terça-feira, 6 de novembro de 2007


Discurso desconfiado
Por entre lágrimas
De um abraço apertado
Sangue que te irriga o coração
Dos que te levam a chorar
Evade-se pelo pó que assenta no chão
Dos que cá ficam para o pisar.

Porque não?


Peles que se tocam
Por momentos de quentura
Almas que se roçam
No auge da ternura
Á pressa desajeitado
No silencio na multidão
Á luz de um amor apagado
Na quietude do coração
Consentido desejado
Em espasmos de explosão
Vence-se o amor finado
Ou apenas,
Porque não?

"Zoe Wiseman"

"Zoe Wiseman"
Sylvie Blum

Jean-Baptiste Mondino

Jean-Baptiste Mondino

Bombay de: Sebastião Salgado

Bombay de: Sebastião Salgado